quinta-feira, outubro 05, 2006



Acabou, assim o sinto...Algo que costumava ser fantabulásticamente bom passa tão depressa, e muda tão depressa. Sinto que estou de luto, por tudo. Pelos momentos passados, pelos sentimentos demasiado intensos. Parece uma contagem decrescente, começou no "infinito +" e acabou no negativo. Gostei da viagem, amei até, acabou, assim, simplesmente, sem vozes, sem silêncios, sem lágrimas, sem remorsos, com mágoa.
Se amanhã não me vires, quero que saibas que foste o meu livro favorito...adieux.

Post Scriptum - Cry me a river, Julie London