sexta-feira, janeiro 18, 2008


Tenho um peito vazio, despojado de sorrisos e quimeras, sentimentos e memórias. Não quero que fiquem, quero que saiam, que se vão embora e me deixem descansar. Viver no anonimato da emoção por uns tempos, vestir o meu robe pintado, enrolar-me nele e entrar naquela frieza que vem depois....
Uma incompreensão, uma palavra que ficou, uma conversa que não se quer ter, uma frase que nunca se vai ler, um conjunto de sílabas por dizer...
Os meus clautros, os jardins, Tomar, Lagos, Lisboa, nós...tudo isto, sem nós.
O eu sozinho, o eu teterno, aquele que fica e não chora, que tem os olhos tristes e não sai do seu pedestal, um frio, aquele frio...não tenho agasalho para esse frio, resta-me Sintra, tocada por nós, mas intocavél para mim. Lamber feridas no regalo da Regaleira, descer as grutas sem lanterna, sentir uma pinga no pescoço e rezar para que seja só isso, uma pinga. Os pasteis continuam lá, os cappuccinos do café da vila também, o verde, aquele verde, meu, a mim, pertence-me, lá não chegas e não podes entrar. Quando o frio acabar, estarei aqui para olhar, só não sei se para a casa acabada ou as ruínas que restaram.

6 comentários:

Thiago disse...

Denoto uma parafernalia de sentimentos obscuros em ti.

A saudade por matar de algo que te parece perdido.

Espero que estejas bem e podes contar que terás sempre mts amigos cntg, e este pequeno conhecido.

****

Bárbara disse...

a frieza aquecia a minha alma, era parte de mim, e gostava da minha falta de amor, falta de carencia. tu es eu, um reflexo, e eu o teu espelho, nao sei, so sei que doi, e porqué? porque foste leve e nunca criantes pressoes, agora choras por dentro, sem lagrimas no rosto, as pior lagrimas alguma vez choradas, pois isto deve-se ao erro de outrem, vem eu limpo as tuas lagrimas

Amsilva disse...

não tens um peito vazio, está cheio, pleno mesmo, apenas procuras "engarrafar" todos esses sentimentos, ainda não derramaste as lágrimas necessárias, pára de lamber as feridas, deixa a cicatriz chegar, e troca de robe, é o que se faz quando se sente frio no que devia de ser confortável!!!
Não chores sobre o leite derramado, procura apenas não o derramar de novo!!
Arranja uma grande caixa, escreve um rótulo: Boas recordações; e vai enchendo, garanto-te que o sofrimento abranda, e a caixa nunca estará cheia!
beijos, daqueles bons!!

dream girl disse...

Melancolia: Tristeza profunda...
palavras triste, melancolicas e sentimentais... por vezes afoga-se as magoas em cappuccinos outras em lembranças... o frio vai estar sempre presente, quanto mais que não seja nos nossos corações... e depois o que fazer? só o tempo o dirá

somebody disse...

酒店經紀人,

菲梵酒店經紀,

酒店經紀,

禮服酒店上班,

酒店小姐,

便服酒店經紀,

酒店打工,

酒店寒假打工,

專業酒店經紀,

合法酒店經紀,

酒店暑假打工,

酒店兼職,

便服酒店工作,

酒店打工經紀,

制服酒店經紀,

專業酒店經紀,

合法酒店經紀,

酒店暑假打工,

酒店兼職,

便服酒店工作,

酒店打工,

制服酒店經紀,

be disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,