segunda-feira, agosto 04, 2008




Foi uma estafa, uma santa estafa!!! Chegar na terça de Peniche e só ter tempo de tomar banho e fazer novamente as malas, quarta a minha M. esperava-me de tenda às costas e farnel para dias de guerra ( é o que faz ter mamãs que se preocupam mesmo mesmo muito). Saímos de Lisboa na tarde de quarta e fizemo-nos à Invícta. Passámos por Ermesinde, a terra das "gaijas" boas e jantámos no Porto na companhia de pessoal excelente. Deixem que vos diga uma coisa que é, deveras, importantíssima, eu por muitos anos que viva e por muito alfacinha que seja não posso negar as minhas origens absolutamente nortenhas e é tão estranho e de uma beleza tão rara ver as gentes do norte que são tão hospitaleiras e genuínas que apetece não mais voltar de lá. Agradeço do fundo, mesmo, ao S. e à M. por tudo. Apartes à parte, fomos a um bar na ribeira de Gaia com o belo nome de "Guincho do Jones", impecável, Pearl Jam como back sound (que mais se pode pedir minha gente?!) e "cacahuetes" por entre mini canecas de cerveja, amorosas e martini rosato. Longas conversas, 4h30m da manhã, hora de ir dormir, por pouco que seja, mas não sem antes percorrer o Porto de uma ponta à outra a pé fazendo a módica quantia de dez km em 1h30m! É verdade, eu confirmo! Desde Gaia à Casa da Música sempre a andar, sempre a subir e um Porto nocturno que tem tanto de negro como acolhedor no seu orvalho silencioso. Passei por alguns amigos que não pude ver, com muita pena minha, mas fica para breve, uma promessa. Depois de dormirmos algumas horas, fizémos a melhor salada do mundo, hahahaha, a sério! Toda a gente elogiou a salada e, estava mesmo, divinal. Paredes de Coura, finalmente!!! Lama, caminhos de cabras e muitas coisas às costas, montámos tenda e fomos à descoberta: ponte do tralho, que tal como o nome indica é onde o pessoal tralha descomunalmente, é de partir a rir, pessoal de chinelinho no pé e andar gingão cair naquelas tábuas de madeira; jazz na relva, poesia demasiado "sugestiva" e dias quentes com noites frias, muito frias. Acampámos no (desculpem a expressão, mas não há como dizer de outra forma) cu de Judas! Era precisamente onde já havia a tabuleta a dizer "proibido acampar!", uma clareira com vizinhos muito simpáticos, vacas e bois pela manhã, aranhas de todos os tamanhos e gafanhotos pela tarde. Quatro dias de concertos non-stop, bronze, banhos de água fria, conhecer pessoal novo e excelente, ter dores abdominais para uma semana de tanto e tanto rir, mas mesmo mesmo muito! Acordávamos a rir e adormecíamos a rir. Os Editors, dEUS, The Mars Volta, Thievary Corportation, Sex Pistols e Wraygunn foram os pontos altos, muito muito bons com direito a micro moche, frases míticas como "SAI DAÍIIIIIIIIIIIIII!", "FOOOOOOOOOODASSE!" e "É DEUS!" fizeram o deleite de quem ouvia o nosso grupo maravilha da parvoíce congénita. Noites de luar a cantar à viola, ver estrelas cadentes, curtir o after hours, ver pessoas que não se espera encontrar, conhecer a vila, apaixonarmo-nos cada vez mais pela nossa terra, pelas pessoas que tem e por quem tenho à volta, a M. têm-me, detêm-me e faz-me brilhar os olhos pelo brilho da alma que qual pirilampo, fosforece mais e mais cada vez que me vejo perto dela. Os meninas e meninas que conhecemos, faziam chorar as pedras da calçadas mas de boa disposição, tivémos tudo, sentimo-nos demasiado bem com o mundo e com tudo. Éramos um, todos com o mesmo propósito, aproveitar ao máximo o tempo em conjunto e o facto de termos uma pulseira no pulso que nos guiava até à realidade de cada vez que achávamos que levitávamos de felicidade. Gostei, adorei, amei e rendo-me ao simples facto de existirem momentos de puro deleite. Um obrigada sentido aos que acompanharam esta quimera e um até já, prometido. Voltei, tomei banho e conto agora a ínfima parte da história que me fará brilhar de cada vez que a recordar. Outras coisas virão e eu digo, a plenos pulmões, que te amo. Deixo-vos com...dEUS.

10 comentários:

Bordello disse...

bela descrição ;)

M.R. disse...

Tens cá um humor, tens tens! ahahah ;)

Foi um prazer dar cabo da tua máquina.

*

M.R. disse...

(o comentário anterior era para o Tiago)

Para ti, inseriradjectivonovomasqueexpresse ocostumeesemprenovoeemcrescenteamor, nem tenho palavras.

Apanhaste uma lágrima a escorrer-me pela cara abaixo na viagem p'ra casa. Foi um daqueles momentos que juro a pés juntos que me fez sentir que tudo, mas mesmo tudo vale a pena.

Obrigada. Sempre.

"Temos um avançado muito à frente!"

ahahahahaha

***

DRIVER disse...

Muito bem passados esses dias.

É para que saibas que continuo a passar por cá e que tenho a leitura em dia.

Bjcs.

P.S. Don't run away

Bordello disse...

humor com sotaque ahahah pois é :)

Marta disse...

Olá!
Realmente, não espera ver-te por lá! O encontro foi deveras cómico! Pena tão tardio…
Efectivamente o propósito é de todos o mesmo: divertir-nos ao máximo e desfrutar da boa companhia. E já agora venham uns bons concertos para acompanhar...
Já há muita saudade: da vila, da tenda, dos vizinhos, das formigas, aranhas e libelinhas, da chuva e das galochas, do poker e da sueca, dos longos passeios pela deslumbrante paisagem e muito, muito mais!
Enfim, que venha o próximo!
Beij*

Kátia disse...

Eta porra,forte hein "essa menina"?,mas como sempre tá um texto massa!
;)

Fieldbrad disse...

dEUS?...

Outubro, se o frio estiver no máximo e o meu número de comissão me deixar ir. Estarei no Coliseu para descobrir esta nova religião....


[[]]

somebody disse...

酒店經紀人,

菲梵酒店經紀,

酒店經紀,

禮服酒店上班,

酒店小姐,

便服酒店經紀,

酒店打工,

酒店寒假打工,

專業酒店經紀,

合法酒店經紀,

酒店暑假打工,

酒店兼職,

便服酒店工作,

酒店打工經紀,

制服酒店經紀,

專業酒店經紀,

合法酒店經紀,

酒店暑假打工,

酒店兼職,

便服酒店工作,

酒店打工,

制服酒店經紀,

be disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,