terça-feira, maio 12, 2009





Não, não é fácil acordar às 6h da manhã. Não, não é fácil fingir que correr para o autocarro que nunca mais chega é agradável, tal como não o é correr para o comboio que não quer arrancar. Não é fácil ser crescida e ter responsabilidades. Não é fácil (ainda) não ter dinheiro para uns Manolo´s, ou para comprar a porra da TV lol, o degredo do pessoal jovem que tenta orientar-se.
Mas que importa se tenho de me levantar cedo, se tenho de correr ou parar para apanhar os transportes que me levam ao sítio fofo que me deposita money money na conta conta no final do mês mês? Não importa nada, não custa, absolutamente nada, porque levo a minha mão agarrada à tua, porque penso em ti e em ti, todos os dias. Porque posso deixar-me adormecer no teu ombro e despentear-me nos teus braços e ouvir sempre, depois do dia que nos matou o tempo, baixinho ao ouvido um "goodnight V.".
No outro dia resolvi arrumar a minha colecção de sapatos, não pensei serem assim tantos, até que os contei...e deu o bonito número de não 67, não 69, mas sim, 68 pares de sapatos! É!
Por isso, até ter os meus Manolo´s, contento-me com um dos 68 pares e com o LCD HD (ai que maricasssss!) fofinho fofinho.


Post Scriptum - La Vie en Rose


3 comentários: